LA CONSTRUCTION D’UN MARQUIS



LA CONSTRUCTION D'UN MARQUIS
Fotografado: Palacete Pereira Costa | Grupo Entreposto
Escultura
3000  x 1250 x 750 mm
PetG, Tubo PVC, Pinho, Gesso, Spray Dourado
Lisboa, 2016

Contexto

Escultura inspirada pela pelo Palácio do Marquês de Pombal em Oeiras e fotografada no Palacete Pereira Costa no centro de Lisboa.

Sobre a escultura

A natureza do Barroco Pombalino resulta da dicotomia que se observa na conjugação do moderno numa sociedade barroca.

Esta dicotomia é evidenciada na figura de Sebastião de Carvalho e Melo que, defendendo ideias iluministas e progressistas, as combinava com o absolutismo régio. No seu Palácio de Oeiras estas lutas entre o poder e o racionalismo são evidentes. As varandas nobres viradas para a rua de modo a impressionar a população contrastam, por exemplo, com a racionalidade da introdução do corredor como novo elemento arquitetónico. Os azulejos e os salões com tetos ricamente decorados espelham-se nas torneiras que alimentam com água corrente as salas de refeições.